Quinta-feira, 3 de Junho de 2004

História do Cavalo e da Borboleta...

borboleta.jpg


Era uma vez um cavalo que passava os seus dias a tirar água da nora, carregando os seus pesados arreios. Havia uma borboleta que o amava e todos os dias o visitava e poisando nos seus arreios lhe dar um beijo de bom dia. No entanto, o cavalo gritava sempre:
- Sai daí esse é o lado mais pesado! Fazes sempre tudo errado! Desaparece! E dava um coice na borboleta, que partia magoada e triste.
Mas no dia seguinte ela voltava e cuidadosa poisava no lado contrário ao do dia anterior para dar o seu beijo de bom dia ao cavalo. Mas logo ele lhe gritava de novo:
- Sai, só fazes asneiras estou magoado desse lado! Todos os dias a mesma coisa! Será que não fazes nunca nada certo? Desaparece! E dava um forte coice na borboleta.
Esta cena repetia-se todos os dias... e todos os dias a borboleta que tinha resolvido mudar e ser mais atenta para não magoar mais o cavalo, ao tentar aproximar-se dele levava fortes coices pois os seus erros nunca eram compreendidos.
A pobre borboleta, cada dia mais magoada, via que o Amor que sentia pelo cavalo não era correspondido, mas procurava, pelo menos a sua amizade. Todos os dias a sua recompensa era um coice cada vez mais forte.
Um dia a borboleta desapareceu. O cavalo, no primeiro dia, pensou:
- Finalmente consegui afastar aquela borboleta que faz tudo errado... felizmente... ela não presta mesmo.
No entanto passou o resto do dia a pensar na borboleta. Até que passados uns dias resolveu ir procurá-la. Caminhou pela floresta e perguntava aos outros animais se tinham visto a borboleta, mas ninguém sabia dela, até que encontrou o coelhinho e perguntou:
- Coelhinho, tens visto aquela borboleta que me visitava todos os dias?
- Qual aquela a quem davas coices todos os dias? Aquela a quem julgavas e dizias que não fazia nada de bom? - perguntou o coelhinho.
- Sim, essa mesmo - respondeu o cavalo - nunca mais a vi!
Pois cavalo – respondeu o coelhinho – a borboleta morreu, magoada com tanto coice que lhe deste, ferida no corpo e na alma porque por mais que se esforçasse e tentasse fazer o que tu querias, mudar por ela e por ti, tu sempre a repeliste. Não a compreendeste, não reconheceste o seu Amor verdadeiro, não acreditaste na sua mudança e mesmo quando ela desejava só a tua amizade, conformada por não conseguir conquistar o teu Amor, sempre lhe respondeste com um coice. Agora vens procurá-la mais ela morreu, magoada com os teus coices.
O cavalo partiu, triste, pensando que a Amizade é algo que não se deve recusar nunca. Talvez nunca mais na vida encontrasse alguém que o amasse tanto... que quisesse tão desinteressadamente ser seu amigo. O cavalo aprendeu que devemos dar oportunidade aos outros, várias oportunidades até porque ninguém é totalmente mau, e todos merecem ter oportunidade de mostrar que cometeram erros mas aprenderam com eles e mudaram.


O cavalo mudou... mas a borboleta essa não teve oportunidade de lhe mostrar a sua mudança porque ele nunca lha deu.


Muitas vezes não faremos nós o papel de cavalo nesta sociedade em k vivemos???


Pensemos um pouco nisso, e ainda vamos a tempo de mudar!!!


Bjüs ;***

Publicado por: Nuno_Ferreira às 10:47

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos -> :)
|
12 comentários:
De BorboletaNegra a 3 de Junho de 2004 às 12:01
É verdade há muitos cavalos nesta vida, mas Borboletas há mais ainda!! Adorei o post!! Voos tranquilos
De joaninha a 3 de Junho de 2004 às 17:22
Eu também já me senti como a borboleta, fui desprezada, nunca compreendida; mas não morri, ainda estou aqui!... Quando não se retribui o sentimento amor, pelo menos que permaneça a amizade a ternura o carinho o simples reconhecimento de que somos importantes em sua vida, e continuar a fazer parte dela!... Certamente nunca o papel de cavalo farei, porque pelo da borboleta já passei!... Uma magnifica reflexão!!Beijão *
De LUANA a 3 de Junho de 2004 às 19:33
OI NUNO BOA TARDE EU ACABEI DE POSTAR AQUI SO QUE NAO FOI, ACHO Q FIZ ALGUMA COISA... ENTAO EU ESTOU VIVENDO ESTA HISTORIA... E É MUITO TRISTE E UMA BOA RELEXAO.. PARA TODOS SEM EXCESSAO.. MAS E MUITO TRISTE.... DEMAIS... BJUS E DESCULPE PELA MGS Q ESTOU DEIXANDO AQUI.......
De Leoa Neurtica a 3 de Junho de 2004 às 19:38
Sabes, Nuno, tens razão. Somos muitas vezes "Cavalo" nesta vida. E grande parte das vezes com pessoas que merecem todo o nosso respeito e carinho. Por outro lado, mtas vezes tb somos borboletas, com pessoas que não interessam para nada e que só nos sabem magoar.
Enfim...

Beijinhos!
De Anjo do Sol a 3 de Junho de 2004 às 23:01
Talvez, talvez já o tenha sido alguma vez. Não sei... Mas, sempre tentei não o ser, porque sei o que é ser borboleta. Quando se ama, e refiro-me a todas as formas de amor, há uma entrega; quando esse amor é verdadeiro, fazemos tudo o que podemos pela pessoa que amamos, quase colocamos os seus interesses acima dos nossos; e, tal como a borboleta, tentamos corrigir todos os erros que cometemos, de forma a não repetir mais, para que o outro não se zangue conosco, quando afinal até nem somos nós que erramos, mas sim ele (o cavalo) por não compreender a imensidão do sentimento, talvez por não saber o seu significado. Um dia, a borboleta acaba por morrer, ou melhor dizendo, esse sentimento termina, à custa de tanta indiferença, desprezo... e é quando se sente a sua falta que essa pessoa (o cavalo) compreende que, afinal, nunca ninguém irá amá-lo assim. :)
De INTENSIVA a 4 de Junho de 2004 às 07:24
Oi Amigo :)
Que pena que o reconhecimento veio tarde de mais.
Beijos.
De sefaxavor a 4 de Junho de 2004 às 07:40
Gostei muito da história da borboleta e do cavalo. Beijinhos
De Nuno Ferreira a 4 de Junho de 2004 às 10:51
Pois é... Ainda bem k há mais "Borboletas" k "Cavalos" por aí, e realmente kem passa pelo papel de "Borboleta" acaba por saber o k é sofrer e nunca fará o papel de "Cavalo"... Às vezes fazemos papel de "Cavalo", outras de "Borboleta"... O ideal seria sermos "Cavalos" pra outros "Cavalos" e "Borboleta" pra outras "Borboletas"... Mas o ideal nem sempre existe né? Espero é k mta gente reflita sobre isto e k dê um bom "sentido" à sua vida... Ser "Borboleta" pode ser mau, mas ser "Cavalo" é bem pior, pk é viver c o sentimento de k não se deu valor a alguém... Bjs ;***
De Quase Um Anjo a 4 de Junho de 2004 às 11:32
Oi miguito lindo!! Bom dia!! Bom, devido a correria não posso lê o seu texto agora, voltarei depois...Uma ótima sexta feira!! Beijokas
De guida a 4 de Junho de 2004 às 14:53
Infelizmente a muitas borboletas neste mundo as pessoas nao medem os actos que têm e magoam, de kualker maneira eu apesar de ter levado coices nao morri, estou aki e axo k aprendo c os coices k levei apesar de magoar muito. jinhos

Comentar post ->

.Mais sobre mim:

.Pesquisar neste blog:

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes:

. Michael Buble - "Haven't ...

. 2ºs Jogos da Lusofonia - ...

. "Grande Homem..."

. O Valor das Pessoas...

. "A vida é uma corrida con...

. O Corpo Feminino...

. Sorrir ou não sorrir, eis...

. GOSTO DE...

. METADE...

. Shayne Ward - No Promises

.Arquivos:

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds