Quinta-feira, 13 de Maio de 2004

Saudades...

rlursinho14.jpg


"Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um estalo, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na esquina da mesa, dói morder a língua, dói
cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma brincadeira da infância.
Saudade de um filho que estuda fora.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.


Mas a saudade que mais dói é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro
sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.


Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua chorando num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi à consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada;
se ele continua a trabalhar no relatório;
se ela aprendeu a conduzir;
se ele continua preferindo Stout;
se ela continua preferindo sumo;
se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados;
se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor;
se ele continua abraçando tão bem;
se ela continua gostando de Massas;
se ele continua amando;
se ela continua a chorar até nas comédias.


Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos;
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento;
Não saber como conter as lágrimas diante de uma música;
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a
todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo e o que
você, provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler..."

Publicado por: Nuno_Ferreira às 10:18

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos -> :)
|
11 comentários:
De Marina a 16 de Setembro de 2009 às 16:47
saudade doi mesmo...daquele amor q foi embora...é um horror eu ja sentir isso mas otempo é capaz de destruir até o q vc pensa e nunca vaia cabar.
O tmepo dstrui tudo inclusive a SAUDADE.
bjku
De Bela a 13 de Maio de 2004 às 10:39
Concordo com o teu texto, mas no final de contas, é sempre bom sentir saudade de quem se ama, pois no dia em que não sentirmos saudades da pessoa que está ao nosso lado, é pq o amor acabou! Por outro lado, qd se tem saudades e o amor não é correspondido, é ainda pior, pois vive-se uma ilusão!
De luci a 13 de Maio de 2004 às 12:38
olá, nuno! :)
saudade dói muito mesmo... gostei muito do texto ;)
quantas músicas tens aqui rs rs adoro a "angels! ;) boas escolhas! :)
um lindo dia para ti.
muuuuuuuuuuuuuitos beijinhos ********
De Quase Um Anjo a 13 de Maio de 2004 às 20:56
Olá!! Boa noite!! Esse texto é muito lindo!! Saudade na minha opinião não é nada boa de sentir. Toda saudade doi, e eu detesto sentir dor!!

Beijos!!!
Sâmila
De Joaninha a 14 de Maio de 2004 às 13:44
Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...
Saudade é sentir que existe
o que não existe mais...
Muitos bjinhos amigo***********
De bibila1 a 14 de Maio de 2004 às 15:59
Não há maior dor do que a da saudade! Pois saudade implica 1 corte definitivo e a ausência fisica, e estas duas situações são quase que intoleráveis!
De Renata a 18 de Maio de 2004 às 00:40
Sou do Brasil, e por acaso entrei no seu blog, e amei essa poesia sobre saudade... saudade dói muito mesmo...
De katrinna a 15 de Abril de 2005 às 15:18
n sei cm vim parar ao teu blog..a verdd e k este poema chamou-m atençao plas saudades k e akilo k mais sinto neste momento.por razoes profissionais o meu namorado esta longe e as saudds aumentam a cada dia k passa...ao ler tuaas palavras as lagriams escorreram pk tens razao em mt dakilo k dizes...
SAUDADE FAZ PARTE DO AMOR
...continua assim..
katrinna**
De ana a 10 de Agosto de 2005 às 23:09
Bom... n sei se senti assim tanto o poema por ele ser belo, se foi por o meu amor estar longe de mim...
De LUCIANA a 25 de Outubro de 2005 às 15:53
REALMENTE E DESSE JEITO A NOITE FICA MAIS LONGA OS DIAS NÃO PASSAM E UM COISA QUE NÃO TEM REMÉDIO É DOENÇA E COMO GOSTARIA QUE EXISTISSE UMA VACINA P NUNCA MAIS SENTI ISSO.
SABE O QUE ACHO O PIOR DE TUDO É VC ACHA QUE A PESSOA QUE ESTÁ COM VC GOSTA DE VC E DEPOIS DESCOBRE QUE SÓ FOI IMAGINAÇÃO DA SUA CABEÇA RSRSRSRS PARECE PIADA SABE MINHA VONTADE É DE ME JOGA NA LINHA DO TREM COMO AGENTE É TONTA NÉ ACREDITA EM HOMEM RSRSRS

Comentar post ->

.Mais sobre mim:

.Pesquisar neste blog:

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes:

. Michael Buble - "Haven't ...

. 2ºs Jogos da Lusofonia - ...

. "Grande Homem..."

. O Valor das Pessoas...

. "A vida é uma corrida con...

. O Corpo Feminino...

. Sorrir ou não sorrir, eis...

. GOSTO DE...

. METADE...

. Shayne Ward - No Promises

.Arquivos:

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds