Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reflexões e Pensamentos

Apenas para libertar sentimentos, ideias, reflexões e pensamentos...

Reflexões e Pensamentos

Apenas para libertar sentimentos, ideias, reflexões e pensamentos...

A vida...

 

"A vida é bela, nós é que damos cabo dela"

 A vida é feita de altos e baixos, momentos maus e momentos bons, mas há momentos que nos mostram que a magia pode existir e algumas vezes, que existe realmente, é a alegria de estar vivo mas também a alegria de viver...

Sim, porque é diferente estar vivo e viver. Quantas pessoas passam pela vida sem saber o que é viver, sentir, Amar, ser Amado, apenas estão vivos!

Felizes aqueles que sabem o que é Amar, que já sentiram o Amor pelo menos uma vez na vida, que já sofreram e choraram por Amor, aqueles que põe o bem de outrem à frente do seu próprio bem, pois esses sabem o que é viver e até mesmo sobreviver!

A vida  é como o tempo, ora faz frio, ora faz calor, ora temos Sol, ora temos chuva. Há quem adore o Sol e não passe sem ele, há quem adore andar à chuva e até mesmo rebolar na terra molhada. A vida é feita de equilíbrio, é nas compatibilidades, visões, sonhos, que estão as melhores coisas da vida, e é nas pequenas diferenças que está o sabor de viver...

Vivam a vida, não estejam apenas vivos, a vida é feita para se viver :)

 

Nuno Ferreira

 

12 Stones - It Was You...

 

It was you

 That showed me who I am

 And taught me how to stand

 For what I know is real


I was sick of all the pain

 Tired of all the shame that I felt

 But you showed me a way

 To never have a doubt

 And always to believe in myself

 Now I see


It was you

 That showed me who I am

 And taught me how to stand

 For what I know is real


Now I'm breathin for the first time

 And I'm leavin, all this behind

 I've become, what I am because of you

 It was you


I'm so sorry 'bout the ways

 but I can't take away my past

 But you love me anyway

 And now I wanna do

 Everything for you that I can

 Even though it won't erase

 The foolish things that I've done

 Things that blinded me

 But now I see


It was you

That showed me who I am

And taught me how to stand

 For what I know is real

 Now I'm breathin for the first time

 And I'm leavin, all this behind

 And I'll stand

 For what I know is real


So how can I make this up to you

 I'll fight and I'll push and I'll strive

 Now that I'm living my life for you

 I'll fight and I'll push and I'll strive

 Can't you see


It was you

 That showed me who I am

 And taught me how to stand

 For what I know is real


Now I'm breathin for the first time

 And I'm leavin, all this behind

 I've become, what I am because of you


I can see the writing on the wall

 As time begins to crawl away from me

 And I've become what I am

 Because of you

 It was you

 


O amor, quando se revela...


O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.


Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há-de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer


Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!


Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!


Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar…

 

Fernando Pessoa

O Mais é Nada...



Navegue, descubra tesouros, mas não os tire do fundo do mar, o lugar deles é lá.
Admire a lua, sonhe com ela, mas não queira trazê-la para a terra.
Curta o sol, se deixe acariciar por ele, mas lembre-se que o seu calor é para todos.
Sonhe com as estrelas, apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu.
Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda parte, ele tem pressa de chegar sabe-se lá onde.
Não apare a chuva, ela quer cair e molhar muitos rostos, não pode molhar só o seu.

As lágrimas?
Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua, em todas as faces.
O sorriso!
Esse você deve segurar, não o deixe ir embora, agarre-o!

Quem você ama?
Guarde dentro de um porta-jóias, tranque, perca a chave!

Quem você ama é a maior jóia que você possui, a mais valiosa.
Não importa se a estação do ano muda, se o século vira, se o milénio é outro, se a idade aumenta...

Conserve a vontade de viver, não se chega à parte alguma sem ela.
Abra todas as janelas que encontrar e as portas também.
Persiga um sonho, mas não o deixe viver sozinho.
Alimente sua alma com amor, cure suas feridas com carinho.
Descubra-se todos os dias, deixe-se levar pelas vontades, mas não enlouqueça por elas.
Procure, sempre procure o fim de uma história, seja ela qual for.
Dê um sorriso para quem esqueceu como se faz isso.
Acelere seus pensamentos, mas não permita que eles te consumam.
Olhe para o lado, alguém precisa de você.

Abasteça seu coração de fé, não a perca nunca.
Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.
Agonize de dor por um amigo, só saia dessa agonia se conseguir tirá-lo também.
Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.

Arrependa-se, volte atrás, peça perdão!
Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.

Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que deve seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se achá-lo, segure-o!

Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala. "O mais é nada".

Ricardo Reis

RULE THE WORLD - TAKE THAT




You light the skies, up above me
A star so bright, you blind me
Yeah yeah

Don't close your eyes
Don't fade away, don't fade away
Oh

Yeah you and me we can ride on a star
If you stay with me girl,
We can rule the world
Yeah you and me we can light up the sky
If you stay by my side
We can rule the world

If walls break down, I will comfort you
If angels cry, oh I'll be there for you
You've saved my soul
Don't leave me now don't leave me now

Yeah you and me we can ride on a star
If you stay with me, girl,
We can rule the world
Yeah you and me we can light up the sky
If you stay by my side
We can rule the world

All the stars are coming out tonight
They're lighting up the sky tonight
For you, for you

Yeah you and me we can ride on a star
If you stay with me, girl,
We can rule the world
Yeah you and me we can light up the sky
If you stay by my side
We can rule the world

All the stars are coming out tonight
They're lighting up the sky tonight
For you, for you

A Invenção do Amor...



Em todas as esquinas da cidade
nas paredes dos bares à porta dos edifícios públicos nas janelas dos autocarros
mesmo naquele muro arruinado por entre anúncios de aparelhos de rádio e detergentes
na vitrine da pequena loja onde não entra ninguém
no átrio da estação de caminhos de ferro que foi o lar da nossa esperança de fuga
um cartaz denuncia o nosso amor

Em letras enormes do tamanho
do medo da solidão da angústia
um cartaz denuncia que um homem e uma mulher
se encontraram num bar de hotel
numa tarde de chuva
entre zunidos de conversa
e inventaram o amor com caracter de urgência
deixando cair dos ombros o fardo incómodo da monotonia quotidiana

Um homem e uma mulher que tinham olhos e coração e fome de ternura
e souberam entender-se sem palavras inúteis
Apenas o silêncio A descoberta A estranheza
de um sorriso natural e inesperado

Não saíram de mãos dadas para a humidade diurna
Despediram-se e cada um tomou um rumo diferente
embora subterraneamente unidos pela invenção conjunta
de um amor subitamente imperativo

Um homem e uma mulher um cartaz denuncia
colado em todas as esquinas da cidade
A rádio já falou A TV anuncia
iminente a captura A policia de costumes avisada
procura os dois amantes nos becos e nas avenidas
Onde houver uma flor rubra e essencial
é possível que se escondam tremendo a cada batida na porta fechada para o mundo
É preciso encontrá-los antes que seja tarde
Antes que o exemplo frutifique Antes
que a invenção do amor se processe em cadeia

Há pesadas sanções para os que auxiliarem os fugitivos
Chamem as tropas aquarteladas na província
Convoquem os reservistas os bombeiros os elementos da defesa passiva
Todos decrete-se a lei marcial com todas as consequências
O perigo justifica-o Um homem e uma mulher
conheceram-se amaram-se perderam-se no labirinto da cidade

É indispensável encontrá-los dominá-los convencê-los
antes que seja tarde
e a memória da infância nos jardins escondidos
acorde a tolerância no coração das pessoas

Fechem as escolas Sobretudo
protejam as crianças da contaminação
uma agência comunica que algures ao sul do rio
um menino pediu uma rosa vermelha
e chorou nervosamente porque lha recusaram
Segundo o director da sua escola é um pequeno triste inexplicavelmente dado
aos longos silêncios e aos choros sem razão
Aplicado no entanto Respeitador da disciplina
Um caso típico de inadaptação congénita disseram os psicólogos
Ainda bem que se revelou a tempo Vai ser internado
e submetido a um tratamento especial de recuperação
Mas é possível que haja outros É absolutamente vital
que o diagnóstico se faça no período primário da doença
E também que se evite o contágio com o homem e a mulher
de que fala no cartaz colado em todas as esquinas da cidade

Está em jogo o destino da civilização que construímos
o destino das máquinas das bombas de hidrogénio das normas de discriminação racial
o futuro da estrutura industrial de que nos orgulhamos
a verdade incontroversa das declarações políticas

...

É possível que cantem
mas defendam-se de entender a sua voz Alguém que os escutou
deixou cair as armas e mergulhou nas mãos o rosto banhado de lágrimas
E quando foi interrogado em Tribunal de Guerra
respondeu que a voz e as palavras o faziam feliz
lhe lembravam a infância Campos verdes floridos
Água simples correndo A brisa das montanhas
Foi condenado à morte é evidente É preciso evitar um mal maior
Mas caminhou cantando para o muro da execução
foi necessário amordaçá-lo e mesmo desprendia-se dele
um misterioso halo de uma felicidade incorrupta

...

Procurem a mulher o homem que num bar
de hotel se encontraram numa tarde de chuva
Se tanto for preciso estabeleçam barricadas
senhas salvo-condutos horas de recolher
censura prévia à Imprensa tribunais de excepção
Para bem da cidade do país da cultura
é preciso encontrar o casal fugitivo
que inventou o amor com carácter de urgência

Os jornais da manhã publicam a notícia
de que os viram passar de mãos dadas sorrindo
numa rua serena debruada de acácias
Um velho sem família a testemunhar diz
ter sentido de súbito uma estranha paz interior
uma voz desprendendo um cheiro a primavera
o doce bafo quente da adolescência longínqua


Daniel Filipe (1925 - 1964)
"A Invenção do Amor e Outros Poemas", Lisboa, Presença, 1972

I miss you de Darren Hayes




Gimme a reason
Why I'm feeling so blue
Everytime I close my eyes, all I see is you
Gimme a reason
Why I can't feel my heart
Everytime you leave my side, I just fall apart

And when you're fast asleep, I wonder where you go
Can you tell me, I wanna know

Because I miss you
And this is all I wanna say
I guess I miss you, beautiful
These three words have said it all
You know I miss you
I think about you when you're gone
I guess I miss you, nothing's wrong
I don't need to carry on

Gimme a reason
Why I can't concentrate
The world is turning upside down
Spinning round and round
Gimme a reason
Why I now understand
The beauty and simplicity of everything surrounding me

You got a way of spreading magic everywhere
Anywhere I go, I know you're always there
It sounds ridiculous, but when you leave a room
There's a part of me that just wants to follow you too

Because I miss you
And this is all I wanna say
I guess I miss you, beautiful
These three words have said it all
You know I miss you
I think about you when you're gone
I guess I miss you, nothing's wrong
I don't need to carry on

It's such a hard life in most of the time
I'm just surviving
That's why I want you to know
In the world where sincerity has lost its meaning
You fill my world with so much hope

And I miss you
This is all I wanna say
I guess I miss you, beautiful
These three words have said it all
You know I miss you
I think about you when you're gone
I guess I miss you, nothing's wrong
I don't need to carry on

You know I miss you
And this all I wanna say
I guess I miss you, beautiful
These three words have said it all

You know I miss you
And this is all I wanna do
I know it doesn't sound too cool
But maybe I'm in love with you

You know I miss you
And this all I wanna say
I guess I miss you, nothing's wrong
I don't need to carry on

I just miss you
Yeah, it's true
I miss you, baby
And when you're walking out that door
I know I miss you
You make me wanna ask for more
I just miss you
Yeah, it's true
I miss you, baby

Accidental babies de Damien Rice



Well I held you like a lover:
Happy hands
And your elbow in the appropriate place.

And we ignored our others:
Happy plans
With a delicate look upon your face.

Our bodies moved and hardened:
Hurting parts of your garden
With no room for a pardon
In a place
Where no one knows
What we have done.

Do you cum?
Together ever with him?
And is he dark enough?
Enough to see your light?
And do you brush your teeth before you kiss?
Do you miss my smell?
And is he bold enough to take you on?
Do you feel like you belong?
And does he drive you wild?
Or just mildly free?

What about me?

Well you held me like a lover:
Sweaty hands
And my foot in the appropriate place.

And we use cushions to cover:
Happy glands
In the mild eschew of our disgrace.

Our minds pressed and guarded:
While our flesh disregarded
The lack of space
For the light-hearted
In the boom
That beats our drum.

Well I know I make you cry
And I know sometimes you wanna die
But do you really feel alive
Without me?
If so: be free.
If not: leave him for me.
Before one of us has accidental babies.
For We are in love.

Do you cum?
Together ever with him?
And is he dark enough?
Enough to see your light?
And do you brush your teeth before you kiss?
Do you miss my smell?
Is he bold enough to take you on?
Do you feel like you belong?
And does he drive you wild?
Or just mildly free?

What about me?
What about me?
What about...?

O poder do Amor...


O Amor inspira... Livros, músicas, obras de arte, grandes acontecimentos e até mesmo o curso da história está ligado ao Amor. O Amor liga a humanidade!

O Amor tem muitas definições, no dicionário situa-se mais ou menos entre o 'gostar' e a 'luxúria', e talvez seja aí que deve estar.

Para entender o que é o Amor, se calhar deviamos olhar antes para aquilo que o Amor não é. Não é ódio, não é violência, competição ou ambição. Não é apenas a conquista que no fundo se torna em desilusão.

Muitas mulheres casam com um homem porque ele é belo, depois acham que ele só se preocupa com o aspecto. Outras por ser muito inteligente, e depois sentem-se estúpidas e acusam-no de saber tudo. Há aquelas que se casam por ele ser estável e sensível, depois acham-no parado e aborrecido. Outras ainda porque ele é sexy, depois queixam-se que ele é sexualmente atraente para outras mulheres. E mais exemplos haveria. Estes exemplos, não são Amor... Os mesmos exemplos poderiam ser usados para os homens.

Amor não é sexo. Podemos ter sexo sem Amor, e Amor sem sexo. Mas quando os dois se combinam, o resultado é uma experiência linda e espiritual não igualada por mais nada.

O que é então o Amor? O Amor é a atraente, unificante, harmonizante Força do Universo.

O Amor é o desejo de suportar a outra pessoa para ser tudo aquilo que ela pode ser. É ajudá-la a crescer emocionalmente, mentalmente e espiritualmente. Acima de tudo, Amor é permitir à outra pessoa, a completa liberdade para ser ela própria e aceitá-la sem tentar mudá-la.

O problema de muitas relações é que o Amor é apenas de um dos lados. De forma a que uma relação seja equilibrada, uma pessoa deve dar, mas também esperar receber. O impulso de continuar a dar sem receber, ou receber sem esperar dar, não suporta o Amor verdadeiro.
Amar, significa Amar. Ponto final! Não implica condições como "Vou Amar-te se...", "Vou Amar-te enquanto..." ou "Vou Amar-te quando...". Amor que implique condições, nada mais é do que chantagem emocional.

Devemos numa relação preservar o Amor. É uma promessa vã dizer "Vou Amar-te para sempre...". É muito bonito ouvir alguém declarar que nos vai Amar para sempre, mas se pensarmos nisso por um momento, não podemos esperar que alguém nos Ame para sempre, o Amor é uma experiência momento-a-momento. O Amor de ontem foi gasto, o de amanhã ainda não chegou, e o Amor de hoje deve ser merecido.
A verdade é que o Amor irá continuar enquanto as pessoas concretizem a necessidade de contribuir para a relação. O Amor deve continuar para que uma relação se mantenha. Não é um contrato legal que o irá fazer.

Para se preservar o Amor, um parceiro não deve tentar mudar o outro. Isto acontece muitas vezes, e é a maior razão para separações e divórcios.

Amor, romance e excitação são possíveis quando permitimos ao nosso parceiro que se expresse individualmente. Quando uma relação não se baseia em irracionais deveres e expectativas, ela cresce mais forte. Quanto mais independente uma pessoa se sente, mais valor dá ao seu parceiro. O verdadeiro Amor depende de liberdade verdadeira. Só aqueles que são livres podem Amar sem limites.

O tempo passado juntos deve ser empregue em assuntos do Amor e partilha de coisas que ambos gostem. Isto vai eliminar o aborrecimento e manter a relação viva. Vital, mesmo assim, é o desenvolvimento de uma personalidade romântica. Sem romance, a vida de uma pessoa não tem magnetismo, portanto, é necessário cultivar isso. Um personalidade romântica vai aumentar o magnetismo e permitir que se atraia as pessoas, eventos e circunstâncias que desejamos. Todos nós precisamos de romance nas nossas vidas e agradecemos aqueles que estimulam e o encorajam.

Emmet Fox disse-o tão bem quando referiu, “Sufficient realization of love will overcome anything. There is no difficulty that love cannot conquer, no disease it will not heal, no door it will not open, no guilt it will not bridge, no wall it will not tear down, no sin it will not redeem. Love will lift you to the highest dimension.

Extracto e tradução de "Ultimate Secrets of Total Self Confidence".
Nuno Ferreira

Coração Fechado...



Coração Fechado

De portas fechadas estava o meu coração, trancado para o mundo, privado de sentimentos e de alegrias..
Tu... Sim Tu... Chegaste pé ante pé, e com poucas palavras e poucos gestos, voltaste a abrir uma frincha, um pequeno espaçinho por onde entraste sem pedir licença, instalaste-te e sem o saberes voltaste a dar brilho a uma sala que por muito tempo esteve fechada e sem luz!
As tuas piadas, a tua amizade, a tua maneira complicada de ser mas que me alegra e cativa, o teu carinho, a tua paciência para me aturares, os teus mimos, a forma como ves o que eu sou e me mostras que gostas do que ves...

Obrigado por seres como és. Onde quer que estejas, para onde quer que vás, lembra-te sempre de mim e do meu coração 'aberto'!!!

Nuno Ferreira